Empresas de Serviços de Energia

Fomentar o investimento em energia sustentável e incrementar a confiança dos investidores  

A escassez de ferramentas adequadas de certificação, validação e avaliação são factores-chave que dificultam o financiamento da Eficiência Energética. A fim avaliar tecnicamente o desempenho ambiental dos edifícios existentes no sector terciário, bem como as medidas de eficiência energética que podem ser implementadas e o impacto ambiental das mesmas, o projecto Trust EPC South tem como base a metodologia de auditoria Green Rating™.

Esta metodologia possibilita uma abordagem pragmática eficiente: uma avaliação e uma ferramenta de analise comparativa e tomada de decisão baseada em seis critérios ambientais e quatro níveis de desempenho que fornecem resultados tangíveis na melhoraria do desempenho de sustentabilidade dos edifícios existentes. Ponderando os 3 indicadores quantitativos (Energia, Emissões de CO2, Água) e os 3 indicadores qualitativos (Transporte, Saúde, Resíduos) a metodologia Green Rating™ disponibiliza uma ferramenta de análise Comparativa utilizada internacionalmente pelos seus clientes para comparar o desempenho de sustentabilidade dos edifícios e decidir quais as medidas mais eficazes a implementar.

Durante o tempo de vida do projecto a metodologia Green Rating™ existente será adaptada e actualizada. Em primeiro lugar, será alargada para integrar os edifícios do sector terciário e soluções de eficiência energética que a este se possam aplicar. Conseguinte, a inclusão de um modelo de avaliação financeira irá complementar a ferramenta de avaliação técnica Green Rating ™ e, assim, criar uma metodologia holística para o Benchmarking associado a projectos com recurso a CDEs (Contratos de desempenho energético).

Em resultado de diversas actividades de desenvolvimento de competências e formação de parcerias no contexto da Eficiência Energética, que envolverão os sectores terciários e financeiro, irá ser definida uma metodologia que será testada em pelo menos 40 projectos-piloto identificados nos 6 países participantes. Uma vez definida, esta ferramenta de referência facilitará a avaliação de investimentos e os processos de tomada de decisão.